Manchester

Manchester

7 Fevereiro, 2016 0 Por Vitor Martins

Partíamos então de Liverpool em direcção a Manchester a meio da tarde numa viagem de comboio de cerca de trinta minutos…
Chegámos a Manchester ao cair da noite, anoitece muito cedo no Inverno por aqui, mas ainda deu tempo para visitar a Catedral de Manchester, o Museu Nacional do Futebol, jantar um bom bife grelhado no famoso restaurante The Shakespeare, e beber um gin tónico no famoso bar, e no mais antigo prédio de Manchester – The Old Wellington.

Era hora de descansar, o dia seguinte reservava mais experiências de futebol nos dois mais importantes estádios de Manchester… o Old Trafford e o Etiad Stadium.

O dia acordou chuvoso, nenhuma novidade para nós… portanto seguimos directos ao Etiad Stadium, onde visitámos o museu e as imediações do estádio.
De seguida partimos para Old Trafford, um estádio mítico.
O Old Trafford está localizado no bairro Trafford e é a sede do Manchester United tem capacidade para cerca de 76.000 pessoas, é o segundo maior estádio da Inglaterra em termos de capacidade, atrás somente do Estádio Wembley, o terceiro maior no Reino Unido, e o décimo primeiro na Europa.
O campo, o qual recebeu o apelido de Teatro dos Sonhos, por Bobby Charlton, tem sido utilizado permanentemente pelo Manchester United desde a sua construção em 1910, com a excepção da ausência de oito anos, entre 1941 e 1949, na sequência do bombardeamento do estádio durante a Segunda Guerra Mundial. Durante esse período, o clube dividiu o estádio Maine Road com o seu rival local, o Manchester City. O relvado sofreu várias expansões durante a década de 1990, e está prevista uma nova adição, a qual elevaria a capacidade do estádio para 90.000 pessoas. O actual recorde de público registado no estádio foi em 1939, quando 76.962 pessoas assistiram à semifinal da Taça de Inglaterra entre Wolverhampton Wanderers e Grimsby Town, divagações de fã de futebol… 🙂
Almoçámos no estádio e fizemos uma visita ao museu e ao interior do estádio, pisando a relva, indo aos balneários…
Foi uma experiência fantástica e o Vitor júnior adorou… 🙂

O dia estava a chegar ao fim e ainda tínhamos de apanhar o avião até Lisboa!!
Foi mais uma viagem inesquecível, são estes momentos que recordaremos para o resto da vida, momentos de paz, família, amizade, amor.
Esse é o verdadeiro sentido da vida! 🙂