Rum Stars Camp – Wadi Rum

Rum Stars Camp – Wadi Rum

12 Março, 2018 30 Por Ana Carvalho

No deserto de Wadi Rum ou deserto vermelho fizemos um tour de um dia de jipe e dormimos no Rum Stars Camp, a melhor opção em Wadi Rum, onde podemos jantar, dormir e tomar banho, numa tenda em pleno deserto! 🙂

Mas antes de entrar no deserto, temos de passar pela vila, para nos darem as boas-vindas e fazermos o check-in e conhecermos melhor a tribo de beduínos, os seus objectivos e preocupações… o povo árabe tem uma hospitalidade tremenda!

Na vila só moram os descendentes daquela tribo e são eles que fazem a exploração turística do deserto… é a tribo Zalabi… Como comprámos o Jordan Pass só tivemos de ir carimbar na entrada e seguir (a melhor opção para quem viaja para a Jordânia porque isenta de visto e inclui as principais atracções da Jordânia).

Entrámos na vila por volta das 9h30, há nossa espera estava o Ajmed, irmão do Amed que é o proprietário do Rum Stars Camp… Fomos encaminhados para uma sala para beber café ou chá… como em todos os países árabes temos que descalçar ao entrar em casa. 🙂 À nossa espera tínhamos uma equipa pronta para nos ajudar no que precisássemos… entretanto chegou o Amed e explicou como seria o nosso dia e que estaríamos novamente juntos há noite…

Fizemos o nosso tour numa carrinha 4×4 com bancos na traseira aberta, e tivemos como companhia dois irmãos irlandeses, um psicólogo e um marketeer, a viverem em Sidney há mais de 20 anos… Entrámos no deserto, fomos conversando e conhecendo-nos melhor…

Só para terem uma ideia o Wadi Rum tem tido presença humana desde os tempos pré-históricos, incluindo os nabateus, que deixaram sua marca na forma de pinturas rupestres e templos. Para os ocidentais a ligação é através do oficial britânico Thomas Edward Lawrence, que tinha por base de operações esta área, durante a revolta árabe de 1917-18. Na década de 1980 uma das formações rochosas foi baptizada de Os Sete Pilares da Sabedoria, em memória do livro que Lawrence escreveu logo após o término da 1ª Grande Guerra, embora os Sete Pilares referidos no livro, na verdade não têm ligação com Wadi Rum. O vale principal fez sucesso no desenvolvimento do turismo eco-aventura, sendo agora a sua principal fonte de renda trabalhando com escaladores e trekkers.

Parámos então nas rotas usadas pelo Lawrence da Arábia, especialmente as com canais de água ou casas escavadas nas rochas… passámos por miradouros brutais sobre o deserto com serras lindas…

O deserto de Wadi Rum é sem dúvida um dos locais mais enigmáticos onde estivemos até hoje, bonito mas ao mesmo tempo estranho… bonito porque tem realmente uma beleza incomparável, apesar da aridez tem paisagens brutais, estranho porque se existirem extra-terrestres vão aterrar ali… 🙂 é um lugar único! A manhã passou depressa demais, parámos para almoçar em pleno deserto ao pé de um enorme desfiladeiro enorme num lugar só para nós, onde nem uma mosca se ouvia… onde pudemos relaxar e conversar com os irmãos irlandeses mais tranquilamente, sobre viagens e sobre os problemas mundanos… estávamos no deserto longe de tudo e todos, no entanto preocupados com o futuro deste tão grande planeta..

Viajar é essencialmente isto, o convívio com outras culturas, pessoas ou religiões… o nosso almoço foi o fast-food beduíno, pão, água, atum, pepino e tomate!! E claro, não podia faltar o chá!! 🙂

Depois do almoço seguimos para as maiores atracções do deserto, como a grande ponte ou a rocha da galinha, ou o desfiladeiro com gravuras da altura dos nabateus…

Visitamos mais miradouros, parámos nas dunas e num ápice estávamos num lugar fantástico a ver o pôr do sol… o Ajmed fez um chá e degustamos essa maravilha a ver o pôr do sol!!!

Chegámos às tendas depois do pôr do sol e à nossa espera tínhamos um lugar fantástico… Assim que chegámos uma senhora de meia idade estava sentada na porta da primeira tenda e meteu logo conversa connosco, perguntámos se ela trabalhava ali e ela respondeu: “não, eu agora vivo aqui…” 🙂

Mais tarde, viemos a perceber que ela tinha vindo de férias há um mês e meio dos Estados Unidos e não tinha regressado, ficou apaixonada por Wadi Rum… foi durante a conversa nocturna que tivemos no salão principal, que tinha uma lareira enorme (soube que nem uma maravilha, a noite no deserto é bem fria…), e onde bebemos chá! 🙂 Nesse salão também estava o Amed que nos contou as dificuldades que estavam a passar devido à guerra na Síria, e realmente começávamos a notar isso, pouco turismo pela Jordânia, não pelo seu país onde não havia qualquer problema, pelo contrário é um país seguro e muito acolhedor… o maior problema é a forma como funciona o turismo ali, os turistas que vinham, era para fazerem 3 ou 4 países daquela zona (Egipto, Israel, Jordânia e Síria) pois é uma zona riquíssima em história e monumentos… e com os conflitos na Síria, além de não se poder visitar, as pessoas têm medo… mas na Jordânia é extremamente seguro e as pessoas são muito humildes e acolhedoras… ficámos encantados com a Jordânia e as suas gentes! 🙂

Bom, fomos para os nossos aposentos, uma cabana com cama no meio do deserto, casas de banho com chuveiro muito limpas e cuidadas e uma zona para jantarmos e tomarmos o pequeno almoço…

O jantar estava quase pronto a ser servido, mas o Amed disse nos para irmos ver como faziam aquela maravilha no deserto… Pois bem, a comida é feita de forma muito similar ao nosso típico cozido das furnas… só que no caso deles têm um forno debaixo da areia, fazem uma fogueira e quando está em brasas metem um recipiente com a comida, arroz, frango, batatas e legumes, tapam o recipiente e aquilo fica ali em cozedura lenta… que delícia!!!

Depois de muita conversa à volta da lareira tínhamos de ir dormir… mas não sem antes ver aquele céu estrelado do deserto, único… 🙂

A manhã acordou cheia de sol, tomámos o pequeno-almoço, maravilhoso e com pão feito na hora! 🙂 e ainda tivemos tempo para darmos uma volta pelas redondezas do Rum Stars Camp e apreciar as vistas…

É um cenário único e inesquecível e que todos devíamos visitar pelo menos uma vez na vida… a americana tinha razão, o deserto de Wadi Rum é apaixonante!! 🙂

Estivemos todo o dia, toda a noite e parte da manhã do dia do meu aniversário entregues ao staff do Rum Stars Camp e ficámos deslumbrados e encantados com tudo… As instalações são fantásticas, o staff é simpático e sempre preocupado connosco e o alojamento é de sonho… dormir numa cama no deserto não é para todos!!

Obrigado Rum Stars Camp! 🙂

Para reservas e outras dúvidas:

https://www.facebook.com/Rum-Stars-Camp-315667812518/

http://www.rumstars.com