Aldeia de Quintandona – Penafiel

Aldeia de Quintandona – Penafiel

31 Outubro, 2018 1 Por Ana Carvalho

Inserido no nosso 1º Encontro de Travel Bloggers Portugueses, estava a Aldeia de Quintandona, uma aldeia em xisto, recuperada.

A intenção desta recuperação era criar uma aldeia viva, ou seja, recuperar os edifícios tradicionais em xisto, enquadrar os existentes e fixar pessoas lá para desenvolver o território. E pelo que observámos o objectivo foi alcançado.

Em termos de alojamento existem três casas de turismo rural, nós visitámos a Casa de Valxisto!

Por aqui percebemos, que o passado e o presente vivem em perfeita comunhão.

Continuamos o passeio, ouvindo as magníficas histórias que o nosso guia, um antigo presidente da junta, impulsionador desta reconstrução e apaixonado por Quintandona, tinha para nos contar! 🙂

Seguimos em direcção à cozinha do Amásio, o local escolhido para o almoço!

Foi neste ambiente bastante tradicional e acolhedor, que almoçamos o magnífico e famoso Caldo de Quintandona, que estava uma delícia. Por cá todos os anos, em Setembro, existe a Festa do Caldo que atrai milhares de pessoas à aldeia.

Aqui também ficámos a conhecer outra história cheia de mística da aldeia. Contam os mais antigos que antigamente havia um homem muito mau por estas bandas de seu nome Jebo. Ele só fazia traquinices, e na altura da festa, a população reunia-se para o apanhar e prendê-lo, de forma a que, todos vivessem a festa em paz. Hoje em dia, mantém-se a tradição e na sexta-feira antes de iniciar a festa do Caldo de Quintandona, prendem o Jebo. Para ele não ficar triste, foi feita uma bebida em sua memória, o Mijo de Jebo, uma aguardente deliciosa…

E neste ambiente de festa e de grande acolhimento que nos despedimos de Quintandona, não sem antes passarmos pela sua loja de produtos tradicionais para comprarmos umas lembranças.

Deixávamos Quintandona sob fortes medidas de segurança para não sermos atacados pelo Jebo!! 😀